REUNIÃO DE NEGOCIAÇÃO 19/07/16

Hoje, pouco antes da reunião do Comando de Greve, recebemos contato da Secretaria Justiça respondendo a nosso pedido de reunião para tratar da ameaça de desconto dos dias paralisados. Foi marcado a reunião para as 16h30.

Encerramos nossa reunião onde foi apresentado algumas propostas para levar ao Secretário, entre elas melhorar a proposta de reposição inflacionária para ao menos 7%, Vale-alimentação equivalente ao da SJDC, em torno de R$500,00, Vale-refeição de R$25,00. Além do abono dos dias paralisados e a manutenção do processo de Dissídio Coletivo no TRT. E claro, não tomar atitude arbitrária de corte dos salários.

Apresentamos essa contraproposta ao Secretário. Ele afirmou positivamente para a manutenção do Dissídio Coletivo no TRT, retirando essa exigência para acordo. Disse que mantém a proposta de reposição de 5,22%, o que é o possível, a ser pago em agosto, se necessário com folha complementar; reajuste de 21,95% para o Vale-refeição passando a R$20,00; reajuste de 72,26% no Vale-alimentação passando a R$178,00. Abono dos dias parados até a data da última assembleia, 14/07/416. Os dias posteriores, até o retorno ao trabalho devem ser compensados.

Os demais itens prioritários, destravamento do PCCES, salário referencia e o plano para os técnicos, assim como outros da pauta de reivindicações, serão negociados ao longo do segundo semestre, em reuniões a partir de setembro de 2016.

Ficou previamente acertado com o Paulo Miguel que, em caso de aceitação pela assembleia, a compensação dos dias posteriores a 14/07/16, pode ser feita até final de setembro de 2016.

O Secretário falou que havia dado a ordem para descontar os dias paralisados, que não era mera ameaça. No entanto, o Paulo Miguel, não encaminhou a ordem, aguardando a reunião e a assembleia de amanha.

Devido ao bloqueio do whatsapp não repassamos a informação da reunião. Por isso o fazemos agora.

Um comentário em “REUNIÃO DE NEGOCIAÇÃO 19/07/16

  1. Ceder diante do que foi oferecido não é perder a guerra e sim dar um tempo pela árdua batalha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *