Comissão de Representantes: o que é preciso saber (Parte 2)

A primeira reunião com os representantes acontecerá na sexta-feira (03), às 16h.  Seguem mais alguns esclarecimentos a respeito:
1) As reuniões tem que ser às sextas, às 16h?
A sexta possibilita o deslocamento dos colegas dos Núcleos Regionais. Quanto ao horário,  infelizmente, este foi o único que, na negociação, a DEX se dispôs a abonar para a participação dos representantes. No formulário a ser preenchido pelos indicados está sendo feita uma pesquisa para sabermos o melhor dia da semana, para adequar os encontros a melhor realidade possível.
2) Só pode ter 1 indicado titular e 1 suplente? Não podemos fazer rodízio como antigamente?
Pedimos a indicação prévia de 1 titular e 1 suplente, para que a AFP tenha a quem procurar em casos de orientações extras. Na medida em que outros queiram e possam participar, o que se pede apenas é o compromisso sempre do repasse das informações aos colegas.
3) Os representantes terão que realizar tarefas?
A única tarefa que será pedida aos representantes é que tragam e repassem as informações aos colegas do setor. A intenção dos encontros mensais é que as aflições e decisões importantes que envolvam o corpo funcional sejam conhecidas pelo maior número de interessados.
4) Preciso ser associado?
Em hipótese alguma! A intenção é levar ao conhecimento de todos o que está sendo feito ou será feito pela AFP em causas de interesse coletivo tais como: dissídio, promoção, progressão, aditivos, ações coletivas, entre outros.
A participação de todas as áreas é fundamental!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *