ESCLARECIMENTOS SOBRE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL PELO SINDICATO

Como é sabido de todos, a Campanha Salarial de 2014/2015 foi capitaneada pela AFProcon, tendo esta solicitado ao Sindicato o ajuizamento do Dissídio Coletivo, após restarem infrutíferas as tentativas de negociações extrajudiciais, com a condição expressa em Assembleia Geral da participação desta Associação em todas as etapas desse processo e de conformidade com o combinado na primeira reunião que se tivera com o Sindicato naquela ocasião.

Após o ajuizamento do Dissídio, em janeiro/2016, houve a necessidade de formação de uma Comissão de Representantes dos Servidores para se efetivar a participação dos mesmos e da AFProcon no referido processo, tanto nas audiências como nos demais atos processuais, vez que não era possível apenas o Sindicato conduzir o processo sem o conhecimento detalhado dos pleitos dos servidores, muitos destes há tempo discutidos e construídos.

Assim, com a recusa do Sindicato em apoiar a mobilização dos servidores, a Associação foi responsável pela deflagração da greve, negociação com a DEX e SJDC, além da maioria dos atos processuais, como manifestações, embargos declaratórios e recurso nesse processo, assumindo todos os riscos a estes inerentes, juntamente com os servidores.

Em setembro de 2016, quando do julgamento do Dissidio no TRT, aparadas aparentemente as arestas existentes, diretores da Associação e do Sindicato e seus respectivos advogados concordaram em marcar uma reunião conjunta para tratar do processo do Dissídio seguinte (2015/2016), tendo sido posteriormente agendada reunião entre essas entidades para janeiro/2017. Por intervenção dos representantes do Sindicato no Procon, essa reunião foi cancelada e, após meses de tentativas, somente no último dia 24/04, conseguimos nos reunir.

Nessa reunião objetivava-se tratar das condições básicas da nova parceria e da convocação de uma Assembleia Geral para tratar da pauta reivindicatória (campanha salarial 2015/2016). No entanto, fomos surpreendidos com a informação de que uma Assembleia já havia sido convocada pelo Sindicato, após reunião que tivera com a DEX, tendo sido publicada em jornal e que a pauta já estava praticamente pronta. Restou-nos pedir prazo para discutir a questão com toda a diretoria da AFP e sua assessoria jurídica.

Pedimos, assim, a prorrogação da Assembleia para discussão da pauta de reivindicações com os representantes dos funcionários e firmamos nossa intenção de participação em todo o processo (ver e-mails). Não tendo recebido ainda resposta aos nossos e-mails, soubemos, via whatsapp e pela publicação do Edital nos grupos de whatsapp, que a Assembleia fora mantida e a pauta de reivindicações já estaria amadurecida na visão do Sindicato. Sendo assim, cabe aos servidores procederem com suas intervenções nessa Assembleia para se fazerem representados efetivamente em todas as fases desse processo.

Quanto aos questionamentos sobre a reunião havida entre o Sindicato e a DEX em abril último, informamos que a mesma e sua pauta eram por nós desconhecidas, fazendo-nos recordar de outras semelhantes ocorridas durante a greve passada.

Esperamos que tais mecanismos sejam debelados e as ações sejam aperfeiçoadas para, estabelecida uma relação com boa-fé e ética, alcancemos nosso objetivo maior, a conquista dos nossos sagrados direitos.

4 comentários em “ESCLARECIMENTOS SOBRE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL PELO SINDICATO

  1. Bom dia a todos os amigos do Procon
    Me cumpre esclarecer alguns pontos e convidar a todos para participar efetivamente da Assembléia do dia 08

    1) A AGE ocorrerá no auditório do IMESC, dia 08 de maio de 2017, com primeira chamada as 15:00 e segunda às 15:30
    2) O SISPESP está tentando reaproximar da AFPRocon desde dezembro do ano passado, mais especificamente pedi uma reunião
    no dia 08 de dezembro que vem sendo constantemente reagendada, pelas circunstâncias de trabalhos da AFProcon e agenda
    do sindicato e da federação, por causa de todo o assalto realizado pelo governo federal aos direitos dos trabalhadores em geral
    3) Dia 10 de abril o SISPESP realizou uma reunião com a DEX para apresentar a diretoria e afinar os discursos, reforçamos
    que a AFProcon e o sindicato tem uma agenda comum e que trabalharão juntos para o bem de todos os servidores; nessa reunião
    foi colocado para a DEX que uma assembléia teria lugar dia 08 de maio
    4) Uma reunião deveria ter ocorrido entre o SISPESP e a AFProcon dia 17, que por questões de agenda acabou acontecendo dia
    24 de abril.
    5) tanto é que o edital de convocação é de 18 de abril, justamente por causa dessa reunião
    6) a intenção do SISPESP era acelerar os movimentos para deixar eventual necessidade de dissídio coletivo bem encaminhada
    7) tivemos a primeira ação conjunta na convocação para a Greve Geral do dia 28 de abril, que foi um sucesso no Brasil, com
    muitas manifestações e demonstração de força de todas as categorias
    8) Há o entendimento do SISPESP de que a pauta de reinvidicação do Procon está madura e precisa de poucos ajustes, conforme
    foi passado para nós pela AFProcon, dessa forma um debate mais rápido no dia 08 já deixará a pauta em ordem para finalizar
    negociações da maneira mais rápida possível

    Do exposto, fica o pedido de participação de todos os servidores, nossa união já foi demonstrada no dia 28 de abril
    Incomodamos bastante o governo com a demonstração de unidade ficou nítido isso durante as conversas nos setores para
    falar sobre a greve geral.
    Queremos manter esse clima de unidade e precisamos disso, todos sabem; e por nós do SISPESP, isso se manterá sem problemas

    Ricardo Vieira
    Delegado Sindical

  2. Pelo que entendi a única pauta a ser discutida nessa AGE convocada pelo Sindicato é a reposição inflacionária 2015/2016, logo não vejo motivos para adiamento para discutir pauta.
    Além disso qualquer decisão será tomada pela maioria dos funcionários presente na assembleia
    Nada impede que, diante dos motivos a serem expostos na ocasião seja solicitada marcação de nova assembleia a fim de dar prosseguimento nas discussões que entenderem necessárias.

  3. Prezados,
    Reporto-me aos fatos: O dissídio já deveria ter sido proposto, inclusive no ano passado, mas ninguém o fez, será que necessitamos de uma AGE para mostrar ao Sindicato que esse procedimento já deveria ter sido realizado, ou eles também vão esperar a negativa do governo, que diga-se de passagem, é de praxe…..
    A AGE vai discutir uma provável paralisação, ou iremos aguardar todo esse desenrolar trabalhando da forma que o Secretário e a DEX querem?
    Não preciso saber da história entre Sindicato e AFProcon!!! Precisamos de ação concreta.
    Cadê a minha reposição salarial?
    Boa sorte a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *